Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2010

Derrepente

Derrepente, tudo aconteçe, derrepente de uma hora para outra o mundo parece desabar. Derrepente , tudo começa a sair do seu devido lugar e derrepente eu me perco e não á mais ninguém que consiga me encontrar.
Estou perdida num mundo de ilusões, onde tudo que há é apenas pedaços podres e sangrentos de corações.
Sangrando a angustia de mal conseguir respirar de tanta dor que vive em seu peito a carregar, não sei mais o que fazer para dessa tristeza eu me libertar, ela me mata aos poucos e chega ao ponto de eu não conseguir mais me reanimar, chega ao ponto de eu não conseguir mais pensar em viver, chega ao ponto de querer morrer.
Não sei porque você decidiu me esquecer, eu ainda não aprendi a viver sem você, tudo que eu queria era um abraço seu dizendo nunca me deixar, queria suas mãos novamente nas minhas me ensinando qual caminho certo a prosseguir, queria seus sorriso de voltar para minha dor poder sumir.