Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Turbilhão de perguntas.

Acho que eu sou idiota demais para entrar nessa dança na qual nem a melodia da música consegue alcançar a profundidade em que meus ouvidos se encontram agora. Afundados e soterrados numa pilha de sentimentos e emoções nas quais eu poderia ser morta por elas Um turbilhão de perguntas sem respostas. Uma falta de equilíbrio físico e mental. Sem saber se sou eu ou se sou eu mas sendo não o eu que sou. A cada linha que escrevo mais me confundo. Falo o certo, desconfiando do errado, e escrevo o errado, desacreditando do certo.   Será que sei fazer algo direito? Sem me deixar repleta de observações obscuras e absurdas sobre tudo? Será que alguém pode realmente entender, ou me ajudar a compreender o que sinto? E mais uma vez, termino algo repleta de perguntas sem sombras de respostas perdidas ao vento.