Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2012

Denovo.

Dói , meu Deus, como tá doendo... Não sei nem se quer colocar tudo o que sinto em palavras, a dor me consome tanto que me falta até mesmo letras, é como se novamente eu sentisse aquela dor lenta, e que aos poucos vai tirando minha paz sabe? é como se tudo tivesse voltado a ser como era antes.. e isso me mata por dentro, de uma forma que eu não consigo nem explicar, eu to sem reação , eu to em choque ao sentir tudo isso de novo. Pensei que nunca mais sentiria isso, mais olha só pra mim, estou dando oi pra tristeza novamente. E dessa vez,dói tanto que eu não sei se vou suportar, perde-lo foi a gota d'agua pra mim, meu mundo estava completo, mas agora quebro todo em pedaços tão pequenos que não dá pra monta-lo novamente, e como se eu tivesse perdido a parte mais importante da minha a parte que fazia tudo isso ter sentido, e sem essa parte, desculpa... mas não dá! Sem essa parte, tudo fica escuro, e eu, me recuso a viver num mundo, onde eu não tenha você do meu lado, ta doendo de mai…

Perdão Pai

Sabe pai,  as vezes eu acho que nunca vou conseguir ser um orgulho pra você... eu sou completamente ao contrário do jeito que você queria que eu fosse. Eu lembro de todas as vezes que você me olhava e se perguntava "a onde foi que eu errei?", eu lembro de quando o senhor, olhava o jeito que eu me arrumava e falava que eu estava horrível .. e aquilo nossa, me quebrava em vários e vários pedaços. Eu costumava achar que você era meu herói, mas acho que muita coisa mudou né? Eu me recordo quando eu fiz meu primeiro texto e ti mostrei... e você olhou e disse que não tinha sido eu que tinha feito, disse, que eu não tinha capacidade pra isso. Aquilo me destruiu mais ainda. O senhor vive me enchendo de beijos e abraços, mais eu acho que nenhum deles, é realmente profundo... afinal eu não sou uma filha dos sonhos, e muito menos uma filha perfeita, como o senhor queria que eu fosse, lembro da nossa última conversa, que você disse, que achava que eu era uma coisa, e eu era outra comp…