Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2011

Papai do céu.

Hoje, eu senti algo que a muito tempo eu não sentia. Senti Deus. E ele falou comigo. Pediu para que eu aquetasse meu coração, porque as decepções, era pra me dizer que ele tem algo melhor para mim. O senhor me disse, que ele chora quando eu choro, e sorri quando eu sorrio, ele disse que quando me ver cair, me estende a mão para que eu levante, disse que nunca me deixou ou me esqueceu. Disse que quando eu era menor, eu podia, cair,correr, me machucar, fazer o que fosse, pois ele estava comigo e ainda está, me desviando do mal, e me colocando no seu caminho. No caminho certo. Onde há muitas dificuldades, mas ele vai está ali, do meu lado, segurando minha mão, não deixando eu enfrentar minhas tribulações, sozinha. Ele disse, que as vezes eu o ignoro, e não lhe dou atenção… e que isso o machuca muito. Mas que isso não diminui nem um pouco amor que ele tem por mim, e o amor dele é tão grande, mais tão imenso, que ele move montanhas, por amor a mim. E ele nunca me deixou, e nunca vai m…

Há todos os fumantes.

Um cigarro aceso. Uma lembrança apagada. Um cigarro! A vida não significa nada? É tudo ilusão?  A fumaça no ar. Uma lembrança a machucar. A cinza caida. Uma saudade adormecida. Num trago tento esconder. Ascender algo dentro de mim. Um cigarro apagado. O sonho desfeito. A bolinha de fumaça perde-se no vento e junto com ela nossos sentimentos. Cigarro companheiro inimigo! Oque queres de mim? Hoje te queimo, como um corpo num crematório Amanha tu me levas ao cemitério. Suicídio consciente.  Engana a ansiedade. Gasta nossas economias.  Antecipando nossos dias. Que ironia!  Destino ou nicotina? (Cyonea Amalia.)

Seja feliz.

Eu sinto sua falta. Mas de nada importa né?! As vezes, á noite olho pra lua, na esperança de que você esteja olhando também. Sinto o vento, e tento ao máximo esperar que ele passe por você, ou então que traga seu cheiro junto com ele. Queria te abraçar e te dizer, o quanto é dificil pra mim,viver sem ti. E mesmo assim sorrir sabendo que existe outra oculpando meu lugar! O lugar no qual eu invejo tanto.  Lembra de todas as juras de amor? De todas as promessas? E aquela, na qual você disse nunca iria me deixar? Ela sumiu junto contigo? ou nós dois resolvemos apagar elas em meias tantas ilusões e frustrações?
E a promessa do casamento? de ser feliz? sumiu junto com toda minha felicidade? ou partiu junto contigo para ser entregue a outro coração?
São perguntas, nas quais não encontro resposta. Pois sei que elas estão contigo. Somente contigo, e só você pode me responder. Mas na verdade não quero saber a resposta. Não quero me machucar mais ainda com a verdade. Apenas quero sua felicida…

Ela se foi.

Ela o deixou. Ele implorou para que ela não fosse embora... Mas mesmo assim ela partiu. Ele levou flores, mas ela nem ligou. Ele chorou. Como nunca havia chorado antes. Ele pediu a Deus para que a trouxesse de volta pra ele. Mas Deus não o atendeu. E perdido em sua dor, ele teve que continuar a viver. E com um adeus ele se despede de sua amada pelo resto de sua vida. E com um vel, ele cobre a face dela, e ela é enterrada por terra a 7 palmos do chão. Mas para ele foi enterrada no mais profundo lugar de seu peito. E lá permaneceu para sempre. E sempre permanecerá.
Se ele fechasse os olhos ele a via. Num vestido verde, no qual ele amara quando ela o colocava. Ele a via. Vindo em sua direção, erguendo sua mão esquerda e com seu polegar, alisar sua face. Dizendo baixinho e calmamente: Eu sempre vou te amar. Mesmo estando longe de ti. Mesmo estando em outro mundo. E eu espero que você seja feliz. E que viva sua vida. Pois eu estarei esperando por ti. Esperando pelo seu abraço quente e carin…

Matar a dor.

Eu tento. Eu juro que tento. De todas as maneiras possiveis. Mas parece que nada é o suficiente. Parece que eu nunca sou o suficiente. Nunca boa o bastante pra alguém. Excluida, esquisita, estranha e chorona, essa garota tem sentimentos. Nos quais muitos esquecem, e a deixam. Deixam ela sozinha, e ela com medo, pede ajuda a todos, e todos se recusam a ajuda-la. Ela corre, ela foge, ela faz de tudo pra sair daquele lugar onde a deixaram. Mas ela não consegue. Ela grita, ela se machuca, ela se corta, ela faz de tudo, pra fazer a dor de ser abandonada e trocada parar. Mas de nada tudo isso adianta. E ela sangra. Não por fora e sim por dentro. Sangra por estar solitária mais uma vez Por ninguém ter sentido sua falta.. E ver que quem mais amou nunca lhe amou da mesma maneira. E ela chora. Chora por medo. Por frio. Pelo simples motivo de querer um abraço e ninguém está ao lado para abraça-la. Ela faz do silencio da solidão todas as suas palavras. Palavras quais  choro e os soluços não a de…

Perdida.

E agora? o que se faz com o coração partido? Com a cicatriz que parece que nunca cicatriza? e com  machucado que dói como nunca nada doeu antes? E o vazio? quem preenche ele? E essa falta? Quem vai curar essa minha solidão?
Quanto mais procuro respostas, com mais perguntas termino minha análise de vida. Sempre tento entender o porque que minha vida está de cabeça pra baixo, e o porque que eu tenho que passar por isso.
Deus sabe de todas as coisas. Sabe os motivos e as minhas respostas. Mas parece que ele me esquece. E que eu sou apenas mais um animal indefeso e em perigo em meia tanta gente maldosa e fria. Magoada, quebrada, sem esperanças de que a vida mude, eu continuo respirando e tentando aos poucos encontrar um caminho certo a seguir. Apesar de que meu destino tenha apenas um caminho. No qual eu mesma tenho que fazer a bifurcação. Mais eis ai a questão. Outro caminho? para onde? onde irei? Caminhar para o meu sonho? Batalhar nesse caminho para aquilo que sempre quis? Ou simplesm…