Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2013

Lágrimas

Respirei fundo, tentei dizer, tentei abrir a boca pra falar alguma coisa, e nada... Nenhum som saía. Minha garganta doía, meu coração apertava, meu olho enxia de lágrimas, que chegava algumas até escapar do controle e escorrer pelo rosto. Mas nenhuma palavra. Nenhum som, a não ser os dos soluços feitos pelo choro. Nada, não conseguia dizer, sou um desastre falando. Sou um desastre escrevendo. Sou um desastre amando. Enfim, eu sou um desastre. E eu não tenho como expressar o que sinto, a não ser chorando, e eu sei meu bem, que o foda é que no fim, eu só sei chorar, e lágrimas não são argumentos, muito menos justificativas. E é por isso que dói, por isso que machuca. Talvez o meu silêncio grite mais do que os meus próprios gritos. Talvez minhas lágrimas não sejam só água, sejam tudo aquilo que eu tenho vontade de colocar para fora, de gritar para o mundo, mas que quando tento, meu corpo trava, e eu não consigo fazer mais nada. Como já disse Lucas Silveira "Serei sempre, eu as pala…